Jornada pelas Escrituras – A Vida de Jacó – Lição 6

Uma emocionante aventura de descobrimentos e fé nas páginas da Palavra de Deus

 

jornada.001


Aprofunde o seu conhecimento da Bíblia com a Jornada pelas Escrituras. Através desta série de estudos semanais on-line da Bíblia, você vai aprender sobre as raízes judaicas do cristianismo, fazendo o mesmo caminho dos patriarcas de Israel, juízes, reis e profetas em uma incrível jornada de descobertas, no fundo do coração da Palavra de Deus.

 

 

A vida de Jacó

Jacobs_Vision_and_Gods_Promise

A história de Jacó é uma dos mais intensas da Bíblia. Acompanhe conosco a vida de Jacó e veja como ele trapaceou seu irmão, enganou seu pai, dormiu em uma pedra, lutou com Deus e, por fim, tornou-se o Pai de Israel.


Lição 6: Deus renova a Aliança com Jacó (Israel)

[private]

Muitos anos e muitas experiências incríveis haviam se passado desde que Jacó voltara à cidade de Betel (“casa de Deus”), com sua grande família e posses.

Foi em Betel que Deus apareceu pela primeira vez para Jacó enquanto ele fugia de Esaú. Na verdade, foi Jacó que deu a Betel seu nome, depois de seu primeiro encontro com Deus (Gênesis 28:19). Naquele primeiro encontro, Deus também reafirmou a Jacó as promessas de gerar muitos descendentes e possuir a terra de Israel, que Ele havia feito primeiro a Abraão.

E agora que Jacó estava de volta à terra depois de todos esses anos de distância, Deus quis renovar sua aliança. Mas antes de se encontrar com o Deus de Israel, Jacó primeiro precisava tomar algumas providências em sua própria família, livrando-se de deuses estrangeiros e tudo o que os representavam.

Israel, o novo nome de Jacó tinha sido dado a ele anteriormente (Gênesis 32:28). Deus reafirmou este novo nome e pronunciou Sua bênção sobre Jacó novamente. O patriarca, então, teve de lidar com a morte de sua amada Raquel durante o parto de Benjamin, o décimo segundo e último filho de Jacó.

 

Para ler:
Gênesis 35:1-20

 

Para pensar:
Assim como Jacó e sua família não puderam ir à presença de Deus sem planejamento e preparação adequados, nós também devemos nos ir a Deus com a devida reverência.

Pode ser útil ler um salmo de louvor (como Salmos 134-136) ou um salmo de confissão (como o Salmo 51) antes do início do serviço religioso em seu local de culto.

 

Traduzido com permissão de: International Fellowship of Christians and Jews

[/private]